AS REGRAS DA PRONÚNCIA DO INGLÊS ENSINADAS EM TODO O BRASIL
Numa aula de inglês instrumental, em Recife, o aluno Alberto notou que seu professor, João, chamou ORION de ó-ri-on e não o correto o-rai-on. Alberto sabia que ORION era exceção do Sistema Fonológico I/Y + VOGAL, que da segunda sílaba em diante I ou Y soa i átono, como em CONSCIENCE, IDIOM, WARRIOR e ALIEN. Ana, de Campinas, corrigiu a colega de turma, quando ela chamou DECAHEDRA de de-ca-hé-dra. Explicou que, embora a vogal E soasse é no Sistema A E I O U + CONS 2 ( não R ), de BEST, END, BETTER e GENTLE, o Grupo HEDR de som hídr prevalece; a exemplo de CATHEDRAL que soa ke-thí-drol. Carlos, de Florianópolis, tirou 9 na prova oral. Só não tirou 10 porque esquecera a regra que diz que na combinação I + CONS 1 + EN, a vogal I soa i de idem, como em THRIVEN e DRIVEN. Logo, RISEN deveria ser dita rí-zen e não rai-zen. Jonas, de Maceió, batendo papo com um mórmom americano, fez uma pegadinha com o missionário James perguntando a ele como se deve falar a palavra TRACHEAE ( traqueias ). Mesmo desconhecedor das Regras Fonológicas Inglesas, porque elas foram sistematizadas no Brasil recentemente, James pronunciou trei-ki-ai e ainda disse que trei-ki-i também é correto. O mórmom acertou o som desse vocábulo por ser mais falado em público do que PSORIASIS ( psoríase ). Sem enxergar nela o Grupo IASIS de som ai-e-zis, o missionário falou sor-ie-ziz erroneamente.Tomás, de Cuiabá, falando em inglês com um vizinho que acabara de voltar dos Estados Unidos, viu que Pedro chamou SWAMP ( pântano ) de suémp. Ou seja, Pedro não sabia que o Grupo WA soa uó, como em SWAMP e WATCH, além de WAS e WATER. A vogal A de SWAMP está no Sistema A E I O U + CONS 2 ( não R ) e deveria soar ae ( entre a e e ) em SWAMP, como em MATCH, FAST e AND, mas o som do Grupo Fonológico WA não permite, salvo em exceções. Em uma conferência internacional, o palestrante, ao ler o texto da oratória, defendendo sua tese, cometeu uma gafe ao falar CONTIGUITY ( contiguidade ) kan-tí-guiti. Como o doutor não tinha o livro com as Regras de Pronúncia, não enxergava o Grupo sufixal UITY de som íuiti e úiti, com a sílaba tônica incidindo em U a exemplo de EXIGUITY, CONTINUITY e ANNUITY. Nessa conferência, outro orador brasileiro errou em inglês. Trocou o som de IMPUGN, pondo a sílaba tônica em PUGN de som pagn. O certo seria piun, pois nessa palavra U é exceção do Sistema A E I O U + CONS 2, em que deveria por regra U soar a de mesa, como em PUNK e LUCK.. O prof. Fernando abriu um curso de Pronúncia do Inglês, em Natal, foi um sucesso. Chegou a matricular mais de 100 alunos. Dividiu-os em turmas conforme a formação de cada um. Numa classe de graduados, aplicando uma prova valendo 100 pontos ( 1 para cada palavra pronunciada corretamente, de acordo com as 1.000 regras da fonologia inglesa ), Fernando verificou que as notas foram altas demais pelo fato de que a prova era para alunos de grau médio. Nesse Teste, todos acertaram FLOOR ( flor ) e FLOOD ( flâd ) , exceções de OO, que, por regra, soa u, como em BOOK, MOON e SOOTHE. Acertaram também o som de BROAD ( bród ), exceção do Grupo OA, que, por regra, soa ou, como em ROAD, GOAT e FOAM. Já a palavra EXTEMPORANEITY ( extemporaneidade ), apenas 1 aluno constatou a presença do Grupo EIT de som it, como em DECEIT, mas por conta da termnação proparoxítona CONS 1 + Y ( em não verbos ) teve de chamar EXTEMPORANEITY de iks-tem-po-re-ní-i-ti, assim como em SPONTANEITY. Ainda contou aos colegas que a vogal A no Sistema A E I O U + CONS 1 + E/I + VOG não soaria ei, como em RADIO, FACIAL e STADIUM porque E de EITY soa i de dia, e, por ser um som de Grupo muito tônico, naturalmente, abafa o som tônico do Sistema. Sempre o som do Grupo ganha a disputa fonológica com o Sistema.
O Brasil fala Inglês com as 1.000 Regras da Fonologia Inglesa, e VOCÊ?

  • Binding: Kindle Edition
  • Product Group: eBooks
  • Product Type Name: ABIS_EBOOKS
  • Manufacturer: FBA books
  • Release Date: 2015-08-13